Tag Archives: lomografia

Revelando Filmes 35mm e 120 no ABC Paulista -Lomografia

9 jan

Lomografia é um hobby que vira paixão com muita facilidade.

Mas a paixão às vezes é tão grande que ao terminar um rolo de filme, ficamos contando minutos para o resultado da revelação. O que dependendo de onde você mora, pode transformar-se em dias.

Se você for a ansioso como eu, e não mora em grandes cidades, como São Paulo e Rio de Janeiro, e sim no ABC Paulista e arredores, essa dica de laboratórios talvez te interesse. Minha busca começou nos dias entre o Natal e o Ano Novo, eu tinha que ver o resultado de um filme 35mm com certa urgência, e não tinha como ir à São Paulo (estando em Santo André).

Acabei então criando uma lista de alguns laboratórios na região, para facilitar. Já testei todos e gostei.

Santo André

Studio Lider
R Xavier de Toledo 22 – Centro
Telefone:(11) 4436-8064
Revelação em 2 a 3 horas, passa para cd, valor prox. 15 reais,
Somente filme de 35 mm

Tokcolor
R Coronel Alfredo Fláquer 87 -Centro
Telefone:(11) 4436-3322
Somente filme 35mm para 2 dias

São Bernado do Campo

Grancolor
Segunda à Sexta das 9 às 18:30
Sábados das 9 às 14hs
Av São João Batista nº 60, Rudge Ramos
Telefone: (11) 3907 6652
Revelam e scanneiam filme 35mm
Somente revelam filme 120
Revelações acontecem somente às Segundas-Feiras, mas você pode deixar seu filme e recolher depois (revelação em 1 hora).

Mauá
Megacolor -Maua Plaza Shopping
Av. Gov. Mário Covas Júnior – Mauá –Loja 09/11
Telefone: (11) 45432065 Somente Filme 35mm – passa passa para cd – aprox 10 reais.
Revelação em 1 hora.

Diadema

Megacolor – Carrefour
Av. Presidente Kennedy 635 – Loja 10
Telefone: (11)40433920 Somente Filme 35mm – passa passa para cd – aprox 10 reais. Revelação em 1 hora.

 

Agora é só bater muitas fotos e revelar!

Anúncios

Buenos Aires Lomografica (Diana F+ )

7 jan

Não sei vocês, mas eu tenho a sensação de que, quando a gente compra uma câmera nova, ficamos procurando motivo para bater fotos, até rezar para chover a gente reza, se é da chuva que queremos bater foto, né?

Então em minha última viagem, me armei com minha Diana F+ e filmes de vários tipos, afinal, ainda não sou experiente e não devemos confiar na previsão do tempo, além, é claro, de não saber se vamos tirar fotos internas ou externas.

Minha Diana F+ (Black Jack) está com o Back de 35mm, então na hora de escolher, uma amiga fotografa me recomendou um filme ISO 200, pois ele é bom para dias ensolarados, e funciona bem com o Flash em locais fechados.

Levei também um ISO 400 e um Slide X-Pro (que não pensei seriamente em usar porque revelação com processo cruzado é caro e ruim de achar, mas é ele que dá aquelas cores fortes e saturadas que vemos nas fotos Lomo).

Alguns dos resultados que tive foram esses, espero que gostem:

 

Jardim Botânico de Buenos Aires

Varanda do meu quarto de hotel

Monumento ao Libertador, em dia de calor (cão fez a festa no chafariz)

 

Hard Rock Cafe Buenos Aires (balcão do bar)

 

Casa Rosada

 

Prédio ao redor da Plaza de Mayo

Filmes Kodak Colorplus ISO 200 + Diana F+ , Back 35mm
O flash não foi usado em nenhuma das fotos, porém a foto interna do Hard Rock foi feita na posição “B” (não “N”) com exposição de 3 a 4 segundos.

Aline Martins

Apaixonada pela Diana! (Lomografia)

12 dez

 

Shopping Patio Higienópolis em noite de verão

Passei dias comprando os presentes de natal do pessoal aqui em casa. Sai exatamente o que dar para cada um, já tinha coisas em mente há meses, e com amaratona de comprar terminada, me deparei com a seguinte pergunta. E eu? o que vou ME DAR?  acho que mereço, não?

Pensei num livro. E logo descartei a idéia, pois sempre compro vários. Não tem cara de presente de natal.
Perfume, vou trazer da viagem comigo. Mas tem o hobby meu que está sendo adiado e escondido no fundo da minha mente fazem meses, senão anos.

FOTOGRAFIA …Mais especificamente LOMOGRAFIA….

 

Centro de São Paulo by night

 

Aí vocês perguntam: Aline, você está louca? Lomo o quê? e que papo de Diana era aquele no título do blog?

LOMO é a sigla de Leningradskoye Optiko Mechanichesckoye Obyedinenie.

Ok, não precisa fingir que entende russo. Vamos lá! Eis a tradução: União de Óptica Mecânica de Leningrado. Essa fábrica desenvolveu a câmera compacta LC-A, que virou febre entre jovens europeus a partir da década de noventa, porque produz fotos com cores saturadas, borrões, imagens desfocadas e luzes em movimento.

Os efeitos das imagens são surpreendentes, principalmente em função dos flashes que são coloridos.

Tem muita gente fotografando bem com esses equipamentos e criando registros muito bons, atualmente tão raros, porque são analógicos e passam longe desse mundo “photoshopado” a que estamos tão acostumados.

 

O vôo dos tsurus

 

“Aos lomografos, não interessa a tecnologia do equipamento, o tamanho da objetiva ou a capacidade da câmera de fotografar com precisão o real. O que importa aqui é o olhar. É a capacidade de transformar a realidade, de experimentar, de testar todas as técnicas, de inventar técnicas novas, de modificar a câmera sem medo. A lomografia é a descoberta do olhar. Fotografar com câmeras de baixa tecnologia significa negar a ilusão de que o homem pode dominar a natureza e apreender o real de forma objetiva e clara. A utilização de técnicas experimentais e de câmeras, em sua maioria, desprovidas de qualquer possibilidade de regulagem, significa a busca de um olhar mais aberto ao mistério.” – Recife Mostra Lomo

Então, para dar asas à minha imaginação e fazer de 2011 um ano mais criativo, minha Diana F+ está encomendada e chega semana que vem …mas só poderei abrir no natal 😦

Aqui está ela:

as minhas fotos desse post são falsas Lomo, pois são digitais, e me serviram para dar o gostinho e querer comprar essa fofura!

Aqui estão algumas fotos tiradas (não por mim) com uma Diana F+


E assim que eu tiver tirado as minhas primeiras fotos (mesmo que ficarem ruins) eu prometo mostrar para vocês!

Beijos

Aline

 

%d blogueiros gostam disto: